sexta-feira, 5 de junho de 2015

O BIZARRO ACIDENTE AURORA DE 1897

Fala Galera...Um intrigante evento ocorrido no Texas em abril de 1897, considerado um dos mais antigos e importantes casos ufológicos no mundo. O primeiro relato ocorreu primeiro em Sacramento, em Califórnia, na noite de 17 de novembro de 1896, onde muitos viram uma luz estranha em um chuvoso céu noturno. Nesta primeira noite ele foi visto por dezenas de pessoas. A maioria deles viu apenas uma luz. Outros disseram ter visto uma forma escura de charuto atrás da luz. A descrição mais detalhada veio através de um motorista de bonde chamado Lowery, que disse ter visto uma máquina voadora manipulada por dois homens pedalando. Quando a história chegou aos jornais no próximo dia, causou uma série de controvérsias. Os jornais Sacramento Bee e o San Francisco Call deram ampla atenção ao caso, e enviaram repórteres para entrevistarem as testemunhas. Na mesma época, o San Francisco Chronicle descartou todas as historias. Depois de alguns dias, as noticias do avistamento se apagou. Mas no dia 22 de novembro, o dirigível misterioso voltou a ser visto. Ele passou sobre Sacramento e apareceu sobre Oakland, São Francisco e São José. Nos próximos dias o dirigível foi visto por toda parte na Califórnia. O ápice foi na noite de 25 de novembro, quando ele apareceu em onze lugares ao longo do estado, incluindo Auburn, Chico, Fresno, Hayward, Napa, Pasadena, Petaluma, Sacramento, San Lorenzo e Visalia. Desde o princípio, o fenômeno foi chamado de "dirigível" (airship). Embora fosse quase sempre visto à noite, testemunhas afirmavam que podiam ver uma forma atrás da luz forte. Elas falaram de fuselagens em forma de charuto,e grandes rodas como a de um navio de pás. Algumas testemunhas disseram ter ouvido vozes, em línguas desconhecidas.
 
Os relatos ficaram mais surpreendentes enquanto o mês passava. O Coronel Shaw de Stockton reivindicou ter encontrado seres não-humanos com o dirigível em uma estrada rural. Um homem em Indio alegou ter ido a bordo da nave para um vôo. Se aquelas luzes realmente fossem de uma máquina voadora, quem era seu criador? vários pretendentes se disseram dono do objeto . Logo após os primeiros avistamentos, um advogado de São Francisco chamado George D. Collins anunciou que tinha sido contratado para representar o inventor do dirigível, que preferiu permanecer anônimo. Depois de alguns dias Collins se retratou de suas declarações, e disse que tinha sido apenas um mal-entendido. Pouco depois, William H. H. Hart, ex-promotor geral da Califórnia, proclamou que estava em comunicação com o inventor misterioso, e que o dirigível seria brevemente usado para bombardear a guarnição espanhola de Havana e liberar Cuba. Mas quando pressionado por detalhes e provas, Hart também voltou atrás em suas alegações. O número de relatos na Califórnia diminuía ao mesmo tempo em que novembro chegava ao fim. Houve uma breve aparição no dia 4 de dezembro, com avistamentos de dirigíveis no Brown Valley, Davis, Dixon, North Bloomfield, São Francisco e Vallejo. Então os céus ficaram quietos. Em 7 de dezembro, na Califórnia, Os relatos foram sumindo das notícias e as mentes das pessoas se voltaram para assuntos mais mundanos. Mas a mania de dirigíveis não havia acabado. Longe disto; os avistamentos de dirigíveis tinham se movido para o leste.
 
Começando em janeiro e continuando até abril de 1897, uma grande onda de avistamentos de dirigíveis cruzou lentamente as Grandes Planícies de oeste para leste. Como na Califórnia, a maioria dos relatos era de uma luz brilhante no céu noturno, temperados com alguns contos mais impressionantes. Foram relatados avistamentos por toda parte no centro dos EUA. Nebraska era um foco de atividade de dirigíveis. O primeiro avistamento relatado chegou no fim de janeiro, e descrições em jornais dos avistamentos continuaram por meses. O ápice da onda de Nebraska foi em abril, quando as  noites de primavera convidaram as pessoas para fora para observar os céus.  O dirigível foi avistado primeiro no Kansas no dia 26 de março, e relatos continuaram por abril e começo de maio. A historia mais surpreendente de Kansas veio de um fazendeiro chamado Alexander Hamilton, na pequena cidade de Le Roy. De acordo com Hamilton, o dirigível tinha passado em sua fazenda na noite de 20 de abril. Os pilotos laçaram um novilho no rebanho de Hamilton e levaram-no pelo ar. O Sr. Hamilton até fez uma declaração tabelada de doze homens proeminentes de Le Roy, atestando sua veracidade. Chicago foi foco do misterioso dirigível. As luzes misteriosas chegaram a Illinois no começo de abril, e duraram pela primeira metade do mês. Depois dos relatos durante a primeira semana de abril, uma série espetacular de avistamentos de dirigíveis varreram Illinois e Indiana durante a semana de 9-16 de abril, com 110 relatos ao longo do curso de sete noites. Foi visto por toda parte em Illinois, frequentemente em partes diferentes do estado na mesma noite. Não muito longe, em Wisconsin, um fazendeiro encontrou uma carta, aparentemente dos pilotos do dirigível, descrevendo sua construção no Tennessee. Outras cartas apareceram no Michigan e Texas, obviamente brincadeiras. A mais célebre "mensagem do dirigível" foi descoberta em Astoria, Illinois. Estava endereçada a Thomas Edison, e era aparentemente um relatório codificado a ele do piloto do dirigível.
 
 

NO CÉU DE AURORA: 
Depois de Illinois e Indiana, os avistamentos começaram a desaparecer. relatos ainda estavam sendo publicados em junho de 1897. Mas eles ficaram dispersos e eram poucos,e a grande onda da mania de dirigível tinha terminado. Foi quando a pequena cidade de Aurora no estado do Texas, teve um incidente ainda mais estranho. No dia 19 de abril o Dallas Morning News informou que o dirigível tinha colidido com um moinho de vento em Aurora e explodido. O corpo do piloto foi recuperado,estava desfigurado não foi identificado, e ele foi enterrado como um desconhecido. Alguns dos restos revelaram também o material marcado com um tipo de hieroglyfo. Os moradores da cidade deram à pobre criatura um enterro apropriado no cemitério local. Este anormal incidente teve bastante publicidade. Foi feito até um filme, "The Aurora Encounter" em 1986, estrelando Jack Elam. A notícia do acidente espalhou rapidamente, mesmo naquele tempo. Um artigo de jornal do evento ainda existe, escrito por E.E. Haydon, repórter para o Dallas Morning News. Aproximadamente 6 horas da manhã em Aurora,apareceu o estranho dirigível que a tempos sobrevoava ao redor do país. Estava viajando para o norte e muito mais próximo à terra do que antes. Era evidente que alguma maquinaria era avariada, porque estava a uma velocidade de somente dez ou doze milhas por hora, e aproximava-se gradualmente para a terra. Quando alcançou a parte norte da cidade, estava sobrevoando a área pública e colidiu com a torre do moinho de vento do juiz e se despedaçou com uma explosão terrível, dispersando restos sobre diversos acres da terra, destruindo o tanque do moinho de vento e de água. O suposto piloto da nave parecia ser o único a bordo e estava bastante desfigurado de sua forma original, foi escolhida até a mostra para mostrar que não era um habitante deste mundo. Mas nenhum dos dirigíveis em existência em 1896 poderia voar mais que algumas milhas no ar parado. Nunca um dirigível poderia voar de São Francisco para Chicago. A explicação popular é que o dirigível não era um produto de tecnologia terrestre de 1896. Obviamente deveria ter sido uma nave de outro mundo,uma vez que as luzes foram vistas em lugares extensamente separados ao mesmo tempo. O incidente de Aurora foi uma suposta queda de um OVNI que teria ocorrido a 17 de abril de 1897 em Aurora, Texas . O acontecimento, semelhante à Roswell, o qual aconteceu 50 anos mais tarde, teria resultado em fatalidade. Um corpo de um alienígena teria sido enterrado em uma cova anônima no cemitério local. A MUFON então investigou o cemitério de Aurora e descobriu uma lápide cujas leituras eram apontadas no detector de metal. A entidade pediu então permissão para exumar o corpo, mas a associação do cemitério recusou a permissão. Após a investigação o marcador desapareceu misteriosamente do cemitério e um tubo de três polegadas foi colocado no chão. O detector da MUFON já não rastreou mais leituras de metal na sepultura, o que se supõe que foi retirado do túmulo. O relatório da MUFON eventualmente afirmou que a prova foi inconclusiva. O episódio apresentou uma entrevista com a prefeita que discutiu a trágica história da cidade.
 
Enfim Galera...Em novembro de 2008, a série UFO Hunters, exibiu pela primeira vez um documentário de televisão sobre o incidente Aurora, intitulado "Primeiro Contato". O cemitério Aurora foi novamente examinado. Embora a associação do cemitério ainda não tivesse permitido a exumação, um radar de penetração no solo e fotos de visitas anteriores revelaram que uma cova anônima foi encontrada em uma área perto das sepulturas de 1890. Mas a condição do túmulo estava muito deteriorada, e o radar não pode comprovar conclusivamente que tipo de restos existiu Ali. Então tirem suas próprias conclusões sobre esse caso,vlw galera ate.
Postar um comentário