sexta-feira, 7 de julho de 2017

VERSÃO BRASILEIRA HERBERT RICHERS ???

Fala Galera...”Versão Brasileira Herbert Richers” é a Frase Que Mais Marcou a Minha Infância, E De Muita Gente Aqui No Brasil. Mas Afinal De Contas Quem é Herbert Richers ???. Herbert Richers Nascido em Araraquara, em 11 de março de 1923 e Falecido no Rio de Janeiro, em 20 de novembro de 2009. Foi um produtor de cinema e empresário brasileiro. Radicado no Rio de Janeiro desde 1942, fundou oito anos mais tarde a empresa homônima Herbert Richers S.A., que começou no ramo de distribuição de filmes e depois se tornou o principal estúdio de dublagem da América Latina. Herbert Richers foi um produtor de cinema das antigas produções da Atlântida Cinematográfica, por volta da década de 1950. No início desta década, fundou a Herbert Richers S.A., no bairro da Usina, zona Norte do Rio de Janeiro, onde passou, além de produzir, fazer distribuições de filmes para serem exibidos nos cinemas. Conhecedor dos estúdios de Hollywood, ele transitava nos estúdios Walt Disney, de quem era amigo, e sua amizade com ele o levou a conhecer o sistema de dublagens, já muito difundida em Hollywood. Trazendo de lá o conhecimento adquirido da dublagem como hoje se conhece, que passou a ser aplicado nos filmes exibidos na TV, resolvendo o grande problema das legendas, quase ilegíveis para a tecnologia da época. Ele Morreu no Rio de Janeiro, na Gávea, em 20 de novembro de 2009, em consequência de um problema renal.
A Herbert Richers S.A. foi um estúdio de dublagem e legendagem localizado na cidade do Rio de Janeiro fundado pelo empresário Herbert Richers. Foi um dos primeiros estúdios do tipo no Brasil. Em seus tempos áureos, chegava a dublar uma média de 150 horas de filmes por mês, o que correspondia a um total de 70% dos filmes veiculados nas salas de cinema do país. Possuía um dos maiores estúdios de dublagem da América Latina com uma área de mais de 10 mil m² localizados na região da Usina, no bairro da Tijuca. Neste mesmo complexo, funcionavam os estúdios de gravação audiovisual. Antes de centralizar suas produções no Projac, a Rede Globo chegou a arrendar estes estúdios e rebatizou-os de Globo-Tijuca. Dentre as novelas gravadas lá, destaca-se Dancin Days. Após a morte de Herbert Richers, em 2009, o estúdio encerrou suas atividades e o prédio foi vendido a um grupo de empresários por R$ 1,7 milhão. Com o aumento de concorrentes em outras cidades que ofereciam trabalhos com preços menores, o estúdio teve o seu rendimento radicalmente diminuído. Houve tentativas de leiloar equipamentos para quitar várias dívidas, mas as mesmas foram ineficientes, com o estúdio fechando as portas com mais de oito milhões em dívidas trabalhistas. Em 2 de novembro de 2012, o prédio foi atingido por um incêndio. Na década de 1950, Herbert Richers já trabalhava no cinema nacional como produtor executivo com a sua empresa Produções Cinematográficas Herbert Richers. Em 1956, nas filmagens de Sai de Baixo, foi necessário dublar toda as falas do filme, em virtude da limitação técnica do som guia e desta maneira, Herbert resolver investir em sua empresa, nas dublagens de filmes nacionais e de línguas estrangeiras.
Enfim Galera...”Versão Brasileira Herbert Richers” Realmente Fez História,O Cinema Que Conhecemos Hoje,não seria o mesmo sem A Herbert Richers S.A.,Já que o Brasil é o único Pais da America Que Fala Português,o Trabalho de Dublagem Nacional era Fundamental para que o mercado Cinematográfico e Televiso Fosse Feito Em Português. E Com Certeza Eles fizeram Com Muita Qualidade,Vlw Galera Ate.
Postar um comentário