terça-feira, 20 de janeiro de 2015

PERFIL DOS CANDIDATOS DO BBB15 TODOS OS PARTICIPANTES DO BBB15

 
FALA GALERA...COM A PROMESSA DE SER MAIS POPULAR,A NOVA EDIÇÃO DO BBB15 ESTA CHEGANDO,E POR CAUSA DAS REDES SOCIAIS,QUE NÃO EXISTIAM QUANDO O REALITY COMEÇOU,E COM CERTEZA MUDARIAM MUITO OS RESULTADOS DE ALGUNS PROGRAMAS. MAS AINDA TEMOS QUE ESPERAR ALGUNS DIAS PARA ESTREIA, ENTÃO FIQUEM COM OS PERFIS DOS NOVOS PARTICIPANTES DO BROTHER BRASIL 2015, VLW GALERA ATE:
 
ADRILLES O FILHINHO DA MAMÃE...O Poeta tem uma padrasto da sua idade e mãe fã do BBB, Imagine alguém que é muito fã de BBB e nunca perdeu uma edição. Essa é Izilda Megda Jorge Reis, mãe do poeta mineiro Adrilles, novo participante do reality show. "Eu sempre assisto. Cheguei a gastar mil reais votando para a Maria do BBB11 ganhar",. Agora, chegou a hora de torcer pelo filho e, se depender do pé quente dela, Adrilles pode comemorar. "Todos para quem eu torci ganharam. Apenas uma não foi campeã", garante. Longe de ser uma mãe coruja colada na TV babando pela cria, Izilda conta que terá outros motivos para assistir ao programa. "O Adrilles é uma incógnita: um poeta inteligentíssimo. Mas que eu vou conhecê-lo dentro do Big Brother", confessa. O mineiro concorda com a mãe: "Sempre tive uma relação um pouco atabalhoada com ela. A gente tem certos conflitos". Izilda conta que tem uma rotina bem diferente do filho. "Eu acordo às 5h, quando ele vai dormir". Ela brinca que, apesar de morarem juntos em Belo Horizonte, eles vivem em países diferentes. "O Adrilles vive no Japão", brinca. Refeições familiares à mesa, nem pensar. "Os horários são completamente díspares", explica o escritor. A mãe tem um namorado: Vitor, de 40 anos, mesma idade de Adrilles e 17 anos mais jovem que ela. Os três moram na mesma casa, e o poeta conta que a relação com o padrasto é tranquila e de muita troca. "Somos da mesma geração, mas muito diferentes. Ele cozinha muito bem e eu não sei fritar um ovo".
AMANDA A BOA SAMARITANA...Ela adotou uma cadela com hidrocefalia: ‘Não me importo de gastar com o tratamento dela, A paulistana Amanda tem uma paixão declarada por bichos. A empresária de 28 anos, dona de uma loja de produtos populares, escolheu a dedo o novo membro da família, Amy: uma border collie de dois meses. A sister ficou sabendo que a cadelinha era considerada o “patinho feio” da ninhada e resolveu conferir. Foi amor à primeira vista! “Ninguém queria ela, as pessoas só compraram os cachorros mais bonitos. Percebi que era especial e por isso fiz questão de ficar com ela, mesmo sem saber o que ela tinha. Nem me cobraram nada, então acabei adotando”, lembra a sister. A família da empresária por parte de pai tem sua origem na Armênia e junto com essas raízes vieram várias características. Amanda se diz pé no chão, explosiva e de sangue quente que não a deixa levar desaforo para casa. Mas, calma! A paulistana garante que tem o coração muito grande e se derrete pelos animais!A cadelinha Amy, cujo nome foi inspirado na cantora britânica Amy Winehouse, está recebendo tratamento com um neurologista veterinário. "Ela já está sendo medicada, mas o amor que ela recebe de toda a minha família é o melhor remédio". Umbandista e cheia de fé, a sister tem certeza de que vai ficar tudo bem com Amy.Amanda conta que não se importa de investir no tratamento de sua cachorrinha. "Eu dou um jeito, parcelo, faço o que for para que ela fique bem", Amy, que está passando férias na casa da irmã da Amanda, vem apresentando melhoras a cada dia, desde que foi adotada.
 
ANGÉLICA A CARECA...Viciada em selfies, Angélica exibe a cabeça raspada nas redes sociais, Você é um selfiemaníaco de plantão? Então precisa conhecer Angélica, a nova participante do Big Brother Brasil. Com a autoestima lá em cima, a paulista de 33 anos tira pelo menos uma selfie por dia: sozinha, com os filhos (ela tem dois), com a mãe ou no trabalho, quase sempre exibindo seu visual peculiar, com a cabeça raspada. ngélica é auxiliar de enfermagem, dona de casa e mãe. Além dessas tarefas, a sister ainda consegue tempo para uma carreira paralela: a de modelo. A paulistana conta, inclusive, que ficou mais requisitada depois de "passar máquina" na cabeça. Supervaidosa, a auxiliar de enfermagem procura estar sempre trabalhada na maquiagem, porém isso não é uma regra na hora do clique. “Quando lançaram o desafio sem make nas redes sociais, eu falei: ‘gente, mas eu já tiro fotos com a cara limpa, às vezes até acordando!’”. em-humorada, a paulista conta que já levou uma bronca da mãe por tirar uma selfie no banheiro: "Ela quase me matou porque achou que eu estava mostrando demais, mas não apareceu nada! Foi só um susto”.
 
LUAN O TRABALHADOR...De militar a gerente de salão! Luan já teve mais de nove profissões aos 23 anos, Gerente operacional de salão de beleza, porteiro, segurança, militar, trocador de ônibus, gerente de loja de fotocópia, ajudante em leilão de carro, recepcionista, menor aprendiz em uma loja de departamento... Este é o vasto currículo do jovem Luan, de apenas 23 anos, que acaba de passar em mais um processo de seleção, dessa vez para entrar na casa mais vigiada do Brasil. De uma família humilde, muito unida e festeira, Luan cuida da casa e da mãe, que tem alguns problemas de saúde. Mora com ela em Mesquita, na Baixada Fluminense, e é vizinho de vários familiares. Chegou a morar com a mãe de sua filha, mas hoje vivem em casas separadas. Sua missão durante a semana, além dos cuidados com a casa e família, é acordar bem cedo para cruzar o Grande Rio rumo ao emprego, um salão de beleza na Zona Oeste do Rio. Atualmente no ramo da beleza, Luan consegue levar uma vida mais leve e garante até receber muitas cantadas durante o expediente. Mas ele conta que também conheceu de perto a rigidez do serviço militar. “Minha vida militar era bem trabalhosa, escala apertada. Subia o Complexo do Alemão (comunidade do Rio de Janeiro) e tudo mais. Foi um período bem interessante”, relembra o fluminense, morador de Mesquita.
 
CÉZAR O BICHO DO MATO...De origem humilde,Superação e perseverança,marcam a história de vida de Cézar, 30 anos, um dos 13 integrantes da 15ª edição do Big Brother. Terceiro de quatro irmãos, Cézar vem de uma família muito pobre. Ele nunca chegou a passar necessidade, mas conta que teve uma vida cheia de limitações. “Graças a Deus nunca passei fome, a gente sempre teve a subsistência. Só o supérfluo que não. Carne e macarrão, por exemplo, a gente não tinha todos os dias. Meus pais se ressentiam muito porque não conseguiam dar vestuário bom para a gente. Somos uma família numerosa, quatro filhos para dar de vestir é difícil". Nascido na zona rural de Inácio Martins, pequeno município no interior do Paraná, Cézar e seus irmãos tinham tudo para seguir o caminho dos pais e permanecerem na roça. Mas seu Darcílio, um agricultor semianalfabeto, e dona Maria Rosa, uma empregada doméstica, decidiram que seus filhos teriam uma vida diferente, com mais oportunidades e, para isso, todos deveriam estudar.  “Dar terra para filho é coisa que não dá certo. Para ser alguém na vida, é preciso ter estudo”, diz o agricultor. Cézar e seus irmãos cresceram ajudando os pais na roça. Estudar era um verdadeiro sacrifício. A escola ficava a 70 km de distância e todos os dias ele precisava sair de casa às 5h, num longo percurso para frequentar as aulas.  Apesar de não ter estudo, seu Darcílio sabia que a educação era a única chance que seus filhos tinham para escapar de uma vida de miséria. Foi com isso em mente que ele e dona Maria tomaram uma atitude drástica. A família deixou a pequena propriedade agrícola que tinha em Inácio Martins e se mudou para Entre Rios, um pequeno distrito da cidade de Guarapuava. atualmente, Cézar se dedica muito aos estudos e quer ser delegado. Ele ainda mora na mesma residência para qual se mudou aos 13 anos, usa o mesmo fogão à lenha e cuida do pai, enquanto dona Maria trabalha como doméstica em Londrina e visita a família de 15 em 15 dias.
 
DOUGLAS O FASHIONISTA....Vaidoso, Douglas posta os looks do dia nas redes sociais e já fez curso de cabeleireiro, O paulista Douglas é motoboy, tem 29 anos e possui uma característica muito marcante: é vaidoso assumido! Ele adora roupas de marca, sempre planeja seus visuais com antecedência e tem o hábito de compartilhar seu look do dia nas redes sociais: “Desde menino, sempre gostei de comprar roupa. É um hobby que eu levo a sério”. Solteiro, filho caçula de uma família de três irmãos, Douglas morou na Vila Madalena até os nove anos, depois se mudou para o Jardim João XXIII, também em São Paulo, onde mora com o pai e uma irmã. Sua mãe, com quem tinha uma grande relação de cumplicidade, faleceu há três anos de câncer.  O paulista “família” sonha em ser famoso no mundo da moda.  preocupação com o visual, inclusive, quase levou o paulistano de 29 anos a trocar a correria do trânsito pelas tesouras. Douglas fez um curso de cabeleireiro, mas não seguiu na profissão. “Eu faço cortes de cabelo na galera: pai, amigos, sobrinho. Inclusive, o meu sobrinho não coloca muita fé em mim, não. Sempre pede: ‘Não deixa ele cortar meu cabelo, ele não sabe’”, conta, aos risos. ouglas tem até um truque especial para manter o cabelo sempre na linha: “Lavo meu cabelo com sabonete. Só duas vezes por mês que uso xampu”, afirma o motoboy, que também adora fazer as próprias unhas.
FERNANDO O SOLTEIRO...Fernando está fechado para relacionamentos sérios: 'Não preciso de um amor', Um dos novos brothers do pedaço, o carioca Fernando não passa despercebido nos lugares por onde passa. Com 93kg distribuídos em 1,90m e uma beleza marcante, já era de se esperar que ele fizesse sucesso com as mulheres, ainda mais solteiro. Mas o BBB garante que não está aberto para nada sério. “Não dependo de um relacionamento para ser feliz na vida, não. Eu preciso de amor, não de UM amor”. A dúvida que não quer calar, Fernando: então quer dizer que você está em um período mulherengo?’. “Não é questão de fase de pegação ou fase de namoro. Não estou me abrindo muito para relacionamentos. Então, estou vivendo... conheço algumas pessoas. Mas também não é só querer, é aquela coisa de impactar e caraca!, agora estou apaixonado e quero namorar!’. Mas não é o momento”, afirma o carioca que já teve dois namoros longos, de quatro e seis anos, e outros com um pouco mais de um ano.
 
FRANCIELI A PERTURBADA...Cheia de manias, Francieli promete entrar com tudo no BBB, A gaúcha Francieli promete botar para quebrar no Big Brother Brasil. Juíza conciliadora criminal, ela chama atenção não só pela beleza, mas também pelo temperamento forte. Falante e elétrica, Francieli está sempre antenada em tudo, adora puxar papo e admite ser uma pessoa cheia de manias estranhas.  “Até o meu papel higiênico tem que estar virado para mim”, revela.  Mas isso não é nada perto de tantas outras manias que permeiam sua vida. Trabalhando em um bairro da periferia de Porto Alegre, Francieli sonha em se tornar delegada, profissão que seu pai já exerce. Para isso, ela estuda muito e tem anotações jurídicas em várias partes de seu apartamento, do espelho do closet ao armário do banheiro, passando pela janela do quarto. Velocidade é outra mania. ela adora carros potentes e admite o péssimo hábito de pisar fundo no acelerador: “Não sou ‘Maria gasolina’, mas gosto do meu carro com velocidade. Me atrapalham muito aquelas pessoas que podem andar a 100 km/h e estão a 60 km/h. Me sinto na obrigação de ultrapassar.” Outro hábito inusitado é atender telefones públicos: “Sou uma pessoa que atende orelhão. Às  vezes, quem está ligando não sabe que é um orelhão.”  Em constante estado de alerta, ela revela que sempre que vai ao cinema faz questão de localizar de cara a saída de emergência. E quando o assunto é avião, a tensão é ainda maior e assim que entra na aeronave, logo confere embaixo da sua poltrona para ter certeza que seu colete salva-vidas está no devido lugar. sujeira no chão é imperdoável: “Não sou do tipo que chuta cueca suja. Vou lá e coloco para lavar". Imperdoáveis também são as pessoas que comem maçã ao seu lado e, pior, aquelas que pedem para dividir um prato com ela: “Não gosto de repartir a minha comida. Não gosto desta coisa de ‘posso pegar um pouquinho?’. Comigo não rola”. Vitaminas, perfumes de marca, maquiagens dos mais diversos tipos e muitos produtos de cabelo estão entre suas manias de consumo: “Quase perdi todo o meu cabelo, então estou com mania de comprar cremes. De vários tipos e marcas”. Os pés precisam estar sempre bem feitos e bonitos, as atividades corriqueiras como passear com cachorros e malhar.
 
MARIZA A EXPERIENTE...Artista, professora e mãezona, Mariza perdeu a mãe com um ano de idade, O amor e o tempo presente estão em tudo o que Mariza faz. Ela busca valorizar cada momento da vida e conta que precisa de pouco para ser feliz. Enquanto conversa, fala do vento passando pelos cabelos, repara no interlocutor, distribui sorrisos e divaga à vontade. “Eu vibro muito com as coisas. Tudo é importante, tudo se relaciona. A vida é como se apresenta e é o agora. Não que a gente não invista no futuro, mas é o agora que é importante”, explica. Foi apelidada quando criança pelo avô de "águas de janeiro” porque adora uma prosa. A pernambucana, de 51 anos, se dedicou ao balé na juventude até a chegada do primeiro filho, Caio. Depois se reinventou, cuidando de uma barraca de tapioca, até chegar no mosaico e nas aulas de arte para crianças e adolescentes. Hoje, ela é professora em duas escolas particulares e vende suas peças de arte em pelo menos duas lojas.
 
RAFAEL O BOFE DA CASA...Ex-jogador profissional de futebol, Rafael adia faculdade para entrar no BBB, Da varanda do quarto, Rafael tem sempre o mar no campo de visão. E basta o sol nascer em Vitória para ele ir a um dos seus lugares preferidos na cidade: a praia. E não são só as águas do Espírito Santo que refrescam o brother, Camburi, Jurerê ou Barra da Tijuca, não importa. Para ele, basta estar entre amigos e fazendo o que mais gosta: movimentar o corpo. Praticar esporte é seu grande prazer. Tanto que, durante cinco anos, o futebol foi sua profissão. Aos 16, Rafael deixou de morar com os pais para ser jogador. “Tive que ficar sem a mordomia de casa, mas comecei a ter meu próprio salário desde cedo”. Foram anos de muito esforço, mas também de frustrações que o fizeram mudar de planos. Ele voltou a morar com os pais, fez vestibular para Administração e quando estava se preparando para começar a faculdade...Veio o BBB para mudar os planos dele. O amigos destacam a facilidade que Rafael tem em fazer amizades e paquerar e o pique do brother, que adora uma noitada, chega tarde em casa, mas acorda cedo no outro dia. “O Rafa não precisa de energético. Ele fica no ‘rock’ (balada) a madrugada toda, mas acorda cedinho mesmo assim”.
 
ROGÉRIO O ESTRANHO...Ele transitou por diversas religiões e questionou a própria sexualidade, Rogério é um canceriano cheio de facetas: ora é Palhaço Paparazzi, ora João do Esfregão, ora professor de dança, ora designer… Ele transita pelas artes e pelas religiões buscando sua expressão e seu autoconhecimento. Sua inquietude se manifestou bem cedo com cinco anos de idade ele já se fazia questionamentos filosóficos: quem sou? O que estou fazendo aqui? Para onde vou? “É como se eu tivesse despertado. Parece coisa de filme, né? Cresci me sentindo estranho, me sentindo diferente, com altas confusões sociais, emocionais”, explica. Ele começou sua caminhada pelo encontro de jovens católicos, mas logo partiu para outra porque não sentia seu grupo na mesma sintonia religiosa. O próximo passo foi na igreja evangélica e depois candomblé. Aqui, ele se encantou com os ritmos e a cultura negra. “Eu passei um tempo maior e fascinado pelo candomblé. Toda vez que tinha festa, eu pedia aos santos: ‘baixa em mim, baixa em mim’”, lembra. Ainda assim, ele sentia falta das respostas que procurava e só foi encontrá-las na Astrologia. “No mapa astral, eu passei a me conhecer melhor e descobrir um caminho para me conhecer melhor”.
 
TALITA A GATA DA CASA...Ela batalhou para realizar o sonho de infância: ser aeromoça, Aos 22 anos, a aeromoça Talita já conheceu muitos lugares e trabalhou bastante. Ela diz com orgulho que tudo o que conquistou foi com a própria determinação, mas sabe valorizar a educação que recebeu da mãe e o apoio conquistado da amiga Letícia, com quem divide apartamento em Salvador. Apaixonada por aviação desde pequena, quando via o céu em Goiânia, sua cidade natal, riscado por aeronaves, Talita conta entusiasmada o quanto acha incrível uma máquina tão grande voar. Há quatro anos como aeromoça, agora seu sonho é pilotar essa máquina e conduzir as pessoas para incontáveis lugares. Criada pela mãe,o pai saiu de casa quando ela ainda era pequena,tem um irmão mais velho. Casou-se jovem, aos 17 anos, mas o relacionamento não durou muito tempo: ela é divorciada há três anos. Talita carrega na bagagem histórias engraçadas, como quando um passageiro forçou a porta do avião acreditando ser a do banheiro. As cantadas dos passageiros não faltam, mas ela diz que geralmente são leves e respeitosas, como perguntar se ela tem namorado e dar o telefone anotado no guardanapo. Talita fala que leva na “esportiva" e faz graça ao dizer que os passageiros mais bonitos nunca tomam atitude. “Às vezes eu dou corda para ver até onde vai, mas na brincadeira, nada ousado para não ter constrangimento. São os velhinhos que paqueram na maioria das vezes. O que eu mais escuto é ‘nossa, um avião dentro do outro’. Eles acham que é cantada inovadora, mas todo mundo faz”.
 
TAMIRES A EX-GORDA...Depois de ver balança disparar na gravidez, Tamires perdeu 40 quilos,Quem esbarra por Tamires no Tatuapé, Zona Leste de São Paulo, não imagina que ela engordou 40 quilos quando ficou grávida. Alta e magra, a dentista conta que teve de superar uma depressão para dar a volta por cima. “Terminei a faculdade grávida de oito meses e incompreendida pelos outros. Engordei 40 quilos e me achava horrorosa. Tinha vergonha de encontrar os colegas do início do curso”. Tamires conseguiu o diploma, mas antes tinha mais uma prova: a formatura. Mas, o alto peso não facilitou na hora de escolher o vestido. “Não achava nenhuma roupa que entrasse em mim e tive que mandar fazer. Nem comprei o álbum. Até porque custava 8 mil reais!”,. A paulista conta que vive de dieta, mas não é muito regrada. “Tento manter o equilíbrio. Se um dia eu como muito, no outro como menos. Academia não gosto muito, mas vou caminhar todo dia no parque”. E claro, Tamires afirma que ainda quer emagrecer mais. “Quero divar muito”.
Postar um comentário